Bolsistas da Escola Prof. José Moura desenvolvem ações pedagógicas e de formação docente e dão boas vindas aos novos integrantes do Projeto


Durante os meses de abril e maio, os acadêmicos bolsistas Ersoli de Cássia Quirino Grob, Juliano Dilkin e Miriam de Lima do Projeto Mão Amiga CAPES/PIBID da escola Professor José Moura realizaram a produção de artigos para o XII Encontro Científico Pedagógico e IX Simpósio de Educação do Curso de Pedagogia da Universidade Estadual do Paraná – UNESPAR/Campus de União da Vitória, o qual nesta edição terá como tema em discussão “Educação, Diversidade e Políticia Públicas”. Na ocasião, realizaram-se discussões e  correções necessárias aos artigos elaborados pelos acadêmicos sob a orientação da supervisora do Projeto, professora Adriane Elisa Dombrowski que contribuiu com seu saber e reflexões sobre a produção dos mesmos.
Neste mesmo período ocorreu o ingresso de novos acadêmicos bolsistas para o Projeto: Jéssica Moura da Silva, Ricardo Rocha e Janaína de Cássia Fonseca Pinto Martins, os quais carinhosamente foram recebidos pelos acadêmicos veteranos. Juntos, com muito entusiasmo, confeccionaram bases para lembrancinhas do Dia das Mães dos alunos das turmas de 1º. ano. Também houve a construção de jogos pedagógicos, a fim de complementar o acervo de materiais lúdicos para que as professoras, pois estes poderão ser  utilizados conforme o planejamento das aulas com o objetivo de proporcionar uma aprendizagem enriquecedora e significativa no desenvolvimento dos alunos. Vygotsky, Leontiev, Luria (p. 2, 1991) afirmam que:

O curso do desenvolvimento precede sempre o da aprendizagem. A aprendizagem segue sempre o desenvolvimento. Semelhante concepção não permite sequer colocar o problema do papel que podem desempenhar no desenvolvimento a aprendizagem e a maturação das funções ativadas no curso da aprendizagem. O desenvolvimento e a maturação destas funções representam um suposto, e não um resultado da aprendizagem. A aprendizagem é uma superestrutura do desenvolvimento, e essencialmente não existem intercâmbios entre os dois momentos.

Nesse contexto, é importante ressaltar a necessidade de materiais lúdicos como ferramentas essenciais a fim de proporcionarem uma aprendizagem mais prazerosa e que fortemente se refletirá na formação social e desenvolvimento individual dos alunos.
O grupo do Projeto Mão Amiga desenvolve continuamente leituras, fichamentos, produção de materiais lúdicos e intervenções pedagógicas, numa perspectiva consciente à prática docente que revela a reflexão sobre a ação do que se é desenvolvido na sala de aula.


Referência bibliográfica
VYGOTSKY, Lev S.; LEONTIEV, Alexis; LURIA, Alexander Romanovich. Psicologia e Pedagogia: bases psicológicas da aprendizagem e do desenvolvimento. 1ª Ed. São Paulo: Moraes, 1991.


Texto escrito pelos bolsistas Juliano Dilkin e Ersoli de Cássia Quirino Grob

Bolsistas discutindo encaminhamentos

Bolsistas confeccionando bases para lembranças dos Dias das Mães
0

Atuação do Projeto Mão Amiga CAPES/PIBID/UNESPAR/UV na Escola Municipal David Carneiro


No dia 02 do mês de maio as bolsistas Agnes Isabela Leão Ferreira e Letícia Schneider iniciaram a intervenção com base na sequência didática, por meio da história do “Patinho Feio”. Esta foi planejada para a turma do 2º ano da Escola Municipal David Carneiro, participante do Projeto Mão Amiga. O trabalho foi proposto pela Supervisora bolsista Aline Nataly Wolf e aceito de maneira positiva pelas acadêmicas bolsistas.
O planejamento sequencial possibilitou as bolsistas, novas técnicas de ensinar, auxiliando significativamente para a formação docente inicial de qualidade, e também contribuindo para a construção do conhecimento dos alunos, pois durante todo o processo de aprendizagem preocupou-se em fazer as intervenções necessárias para que se alcançassem os objetivos propostos.
Pôde-se perceber durante a realização deste trabalho a importância de conhecer as diferentes formas de aplicar os conteúdos, em sala de aula, tornando-se uma ferramenta significativa para as dificuldades dos educandos. Além de possibilitar a formação da identidade profissional do futuro educador, o qual poderá utilizar estes métodos na sua atuação profissional.

Texto escrito pela bolsista Agnes Isabela Leão Ferreira

Turma do 2° ano durante a contação de história

Alunos realizando atividades propostas

Atividade proposta realizada
0

Parceria entre Projeto Mão Amiga e Escola Guia Lopes: confecção de lembrancinhas em homenagem às Mães


      A equipe de bolsistas do Projeto Mão Amiga CAPES/PIBID, atuantes na Escola Municipal Guia Lopes, não poderia deixar de contribuir com a lembrança em homenagem às mães ou responsáveis dos alunos atendidos pela escola parceira. Deste modo, as acadêmicas bolsistas auxiliaram a equipe pedagógica na preparação das lembrancinhas, conforme a escolha do modelo estipulado pela gestão escolar.
Vale ressaltar a importância de lembrar, e quando possível presentear com mimos, as mães que com ternura, amor, gratidão sempre cuidaram e se dedicaram para educar seus filhos. O presentinho elaborado é simples e singelo, mas carregado de beleza, magia e emoção, é uma flor feita em EVA.
Sendo esta confeccionada com palito de churrasco, argila, copo descartável e TNT, a qual passo a passo foi preparada pensando na pessoa especial que iria receber.
O trabalho em equipe foi de suma importância, pois percebemos que o esforço de cada um, por mais simples que seja, no desenvolvimento da atividade aproxima a equipe e torna-se imprescindível para alcançar os objetivos propostos. Tendo em vista que, a união de todos em uma escola faz a diferença sendo primordial para um bom desenvolvimento da gestão escolar.
As crianças levarão para casa e entregarão para suas mães com a promessa de dar muitos abraços e beijos como forma de amor e gratidão. A Escola Municipal Guia Lopes parabeniza e felicita todas as mães por esse dia tão especial.
Texto escrito pela bolsista Alessandra Aparecida Barbosa Ferreira

Acadêmicas bolsistas da Escola Guia Lopes
  
Supervisora e a acadêmicas bolsistas

Bolsistas confeccionando lembrancinhas

Lembrancinhas finalizadas
0

Dia do Pedagogo




0

Acadêmicos bolsistas da Escola José Moura organizam-se em seus estudos e planejamentos


No dia quatro de abril de dois mil e quinze reuniram-se nas dependências da Escola Municipal Prof. José Moura os acadêmicos bolsistas: Juliano Dilkin, Ersoli de Cássia Quirino Grob, Janaíne Gonçalves de Oliveira, Mirian de Lima, Jeniffer Venâncio juntamente com sua filha Heloá e a supervisora Adriane Elisa Dombrowski. Durante a reunião realizou-se o planejamento do mês de abril, estudos e socialização de ideias em relação aos artigos produzidos. Organizou-se a sala do Projeto e os materiais que serão utilizados no decorrer das atividades.
Na oportunidade, deram-se as boas vindas à acadêmica Mirian de Lima que fará parte da equipe da escola, bem como os encaminhamentos com relação à licença maternidade da acadêmica Jeniffer Venâncio, e a organização do trabalho da acadêmica Janaíne Gonçalves de Oliveira até a data de seu desligamento, devido à conclusão do curso de Pedagogia.
Parabenizamos a acadêmica bolsista Janaíne Gonçalves de Oliveira por sua dedicação, responsabilidade e competência pelos três anos de atuação no Projeto Mão Amiga do curso de Pedagogia da UNESPAR/UV e desejamos que tenha muito sucesso em sua vida profissional.

 Texto escrito pelos acadêmicos bolsistas da Escola Municipal Prof. José Moura.

Equipe de bolsistas e professora supervisora
1

Início das Atividades com os alunos na Escola Municipal Padre João Piamarta


No dia 12 de abril do ano de 2016, na sala de projetos do Curso de Pedagogia da Universidade Estadual do Paraná – Campus União da Vitória, realizou-se a reunião com o novo grupo de bolsistas da Escola Padre João Piamarta. O grupo é constituído pelas bolsistas acadêmicas Denise Delonzek, Janaíne Eliana Scherer e Patrícia Guimarães dos Santos.  Na ocasião a supervisora Josi Mariano Borille repassou as informações gerais sobre o andamento do projeto e sobre o início das atividades a serem desenvolvidas com os alunos.
No dia 13 de abril as novas bolsistas já ingressaram na escola, organizando os materiais e cadernos dos alunos, e planejando o inicio do trabalho com os mesmos. Vale ressaltar que o Projeto Mão Amiga tem por objetivo o auxílio na minimização das dificuldades de aprendizagem dos alunos, nas áreas de leitura e escrita, utilizando como metodologia de ação a ludicidade.

Texto escrito pela equipe de bolsistas da Escola Pe. João Piamarta


Acadêmicas bolsistas preparando materiais e atividades para o trabalho com os alunos

Reunião coletiva na IES com equipe de trabalho
1